Crepúsculo dos Ídolos de Nietzsche

Additional information

“Um resumo das minhas heterodoxias filosóficas fundamentais”. Assim Nietzsche descreveu “Crepúsculo dos ídolos (ou como se filosofa com o martelo)”, uma de suas últimas criações antes da loucura e a última obra que veria publicada em vida. O livro, que serve de introdução à forma de pensar nietzschiana, é sobretudo, fruto da seguinte constatação do autor: “Há mais ídolos do que realidades no mundo”. A partir disso, Nietzsche põe-se a aniquilar tudo aquilo que julga serem ídolos falsos, ocos e decadentes. Fazendo sempre um chamamento do homem ao senso crítico e à tomada de posição, ele balança os pilares da filosofia. Em meio a farpas e aforismos lapidares, nascem algumas das ideias mais radicalmente originais do pensamento moderno.

Novos Produtos