Locke

Locke

Jonh Locke (1632-1704). Segundo nossa autora Locke é um homem vendido a mesa da corrupção conceitual ao qual pode ser chamada de Ordem da Serpente, Ordem de Roma, Tetrarquia Romana Ocidental e Oriental, Mesa de Salomao ou Napoleônica, etc. Intitulando ser o homem uma nascido como uma folha em branco este empirista britânico corrompe o conceito do módulo não-parmênico do Santo Graal. O homem é céu e terra, mas não o misticismo platônico agostiniano resgatado e mantindo ainda hoje nas salas de iniciáticas tão quando o ‘ser’ do tomismo resgatando Aristóteles e sua corrupta metafísica e tábua do ‘ser’. Locke é contra os clássicos das verdadeiras cruzadas, mas em hipótese alguma deve deixar de ser lido, pois a leitura de suas defesas desvendam as formas e formatos do sempre corruptor conceitual obstruindo a maça, a sua totalidade, para assim reinar sobre outros homens incultos mesmo crendo serem por estes iniciados. Para maior compreensão destas defesas sugerimos a leitura das Obras da Coleção dos Gênios de Rainha do Sul.

paradigma

O Novo paradigma é um site 'revelador' que discute temas sobre o Santo Graal da Ciência e Espiritualidade resgantando na arqueologia e História a Primeira Filosofia, Metafísica, Teoria das Cordas, Quântica, Física e Tecnologias.