O que será que é isso? Como?

Lei de Murph, profecias, revelações, espíritos, hoje no Momento Cálice Espiritual queremos trazer a vocês uma experiência real vivida. Fenomenos espirituais existem? O que será que é isso ou como se explica isso?

Antes de expor esta experiência real vivida é importante que se tenha em mente que a KGB já era interessadíssima por fenômenos e ocorrências conhecidas como parapsicológicas, sobre este conteúdo daremos ao final deste post uma referência documentada pela Discovery Channel.

Além disso a Teoria das cordas do ‘objeto fenomênico’ nosso protagonista do Projeto O Novo Paradigma prova realmente que revelações e profecias junto a dobras espaciais podem ocorrer além de clarear a existência de fenômenos metafísicos e meta psicológicos juntamente a Gestalt Estrutural defendida por Hussrel e que já eram temas de abordagens com o mesmo objeto por Descartes e colaboradores.

Sobre a Gestalt no nosso Curso ‘Gestalt Aplicada a Psicanálise: Como Interpretar o Sexo e o Prazer’ você terá a oportunidade de se aprofundar a estes conceitos.

Bom, mas o que quero relatar aqui é uma experiência além da experiência física e vivida ao qual não considero coincidência dado outras experiências de cunho semelhante.

Vamos então navegar nesta Jornada!

Acredito que a vida, nossa vida atual não está realmente fácil para ninguém e não posso negar esta realidade na minha vida também, se o fizer opondo-me a idéia de estar vivendo dificuldades para expor glamour estaria enganando a mim mesma e o que não participa do meu ‘caráter’.

Esses dias estava no parque com meu filho que irá fazer 7 aninhos e era final da tarde próximo as 18hs, sempre vamos ao parque perto de onde moramos, um lugar muito bonito e cheio de natureza com um lago explendoroso.

A pouco tempo colocaram na porta de entrada um bebedouro de água geladíssima e comunitário para se ter uma idéia de como o ambiente é bem cuidado.

Próximo a um dos parquinhos e o que o meu filho mais gosta existe uma pista de caminhada, muito bonita e ao lado das árvores e lago.

Já era hora de voltar para casa e sugeri ao meu ‘queridinho’ que caminhássemos desta vez pelo caminho mais longo até a saída do parque, e ele obviamente concordou.

Estávamos praticamente sozinhos e isolados dos lugares mais tumultuosos e de repente sugeri parar e olhar aquele lago imenso ao qual em sua superfície pairava a brisa de um vento bem suave formando pequeníssimas ondulações.

Paramos e eu aproveitei para orar com ele, na verdade aproveitei para pedir ao Espírito Santo e em nome de Jesus que nos protejesse.

Declarando esta oração em voz alta e suave e meio que sem forças e praticamente sem a devida fé exigida soliciei que meu filho repetisse de forma quase espontânea e o que ele fez junto a palavra final que também sugeri: ‘Jesus saia destas águas e proteja-nos’.

Terminado este cenário ‘demos as costas’ ao local e continuamos nosso caminho ao passo que meu filho continuou a caminhar só que ao contrário de um caminar normal, ou seja, de costas, era a nova brincadeira dele.

De repente, questão de segundos, ou seja, terminamos a fala voltamos ao caminho, meu filho iniciou seu caminhar de costas de forma a estar olhando para o local de onde saímos, ele fala: Mãe olha o lago está se mechendo, eu vi! Estou vendo!

Olho imediatamente e exatamente, exatamente onde estávamos tinha uma enorme marca dágua circular que se movimentou de um centro como se ali tivesse sido jogado algo, na verdade como se algo tocasse aquela região pela surfície central do evento.

Incrível, pois eu também vi e estava vendo com meus próprios olhos a água se movimentar conforme a solicitação da oração e não havia absolutamente ninguém ali a não ser eu e meu filho.

Bom, para não ficar este evento ao qual nossa ciência ainda se afasta de suas realidades existe uma outra manifestação interessante e de minha única experiência.

A mais ou menos dois anos atrás estava orando e junto a oração expondo na oração meus pensamentos realmente particulares, no dia seguinte ouvindo um Pastor o mesmo na cozinha repetiu o que eu pensei e com as mesmas palavras, sim, com as mesmas palavras que usei em meus pensamentos questionando o Mundo Espiritual.

Vale ressaltar que estas não são as únicas experiências vividas por mim destes estranhos fenomênos, mas o que realmente não acredito serem estranhos, outras experiências envolvem uma que ainda bem adolescente aconteceu, uma última que irei colocar aqui de inúmeras outras.

Sonhei que no percurso do evento que trabalhava na época e de manhã com minha bike apareceu um rosto masculino desdentado rindo, o mesmo tinha barba e era baixinho com pele branca. Exatamente na manhã após o sonho passando ao lado de um posto após uma decida onde quase cai este homem estava lá e como o sonho ‘sorrindo com sua boca sem dentes’.

O que será que é isso? Como? 1 - 5