Gula como Pecado

Gula como Pecado

Conforme a nossa autora antes mesmo de se compreender a ‘gula’ é importante compreender o pulso pecaminoso conforme explica Paulo Apóstolo. Pecar nada mais é que plantar o erro sobre uma lógica dada ao qual o plantio gera uma consequência positiva ou negativa. A consequência conforme o Trivium compreendido é a curva, o efeito de uma causa qualquer dada no espaço tempo. ‘Se fizer assim receberá assim’. A fé neste caso está naquilo que não se vê da lógica até que a mesma pelo plantio, o que se fez, seja recebida. ‘Basta então acreditar que receberá bem pelo bem aplicado’ lembrando que tribulaões sempre existirão apra os bons e maus que aplicam, plantam. Compreendendo isto, entendemos o termo ‘pecado’ que designa erro de escolha, um tipo de vício lembrando que virtudes podem ser viciosas e maléficas. Se a gula física me leva ao excesso, obviamente a ‘gula’ é pecado, ou seja, erro de plantio e conduta no ‘ser em si’, mas como a Bíblia fala também das coisas espirituais, de alma, a gula pode ser os excessos dos desejos quaisquer do ‘tolo coração’ conforme provérbios. O sofrimento não nasce do pó, diz o manuscrito, vigie e reveja-se antes de pedir ou culpar o Universo Vivo.

paradigma

O Novo paradigma é um site 'revelador' que discute temas sobre o Santo Graal da Ciência e Espiritualidade resgantando na arqueologia e História a Primeira Filosofia, Metafísica, Teoria das Cordas, Quântica, Física e Tecnologias.